Marketing

Mobile Games, mais que um passatempo!


Há algum tempo atrás, as pessoas que quisessem jogar games sem utilizar uma TV, precisavam ter um console portátil, hoje em dia com a evolução da tecnologia e o crescente aumento do numero de usuários de celulares, tablets e smartphones, fez com que a indústria dos Games se adaptasse a este novo mercado, criando outros tipos de jogos que podem ser jogados em qualquer lugar, como ônibus, filas de espera, ou até no trabalho.

Michel Levi Presidente da Microsoft Brasil e
Túlio Soria presidente da Mother Gaia

Os mobiles games são um nicho em ascensão no mercado brasileiro de games, porém ainda há muito a ser explorado. Neste cenário diversas empresas brasileiras estão se aventurando de forma promissora, como o caso destacado pela revista Info sobre a Startup “Mother Gaia”.

Elogiada pelo Presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy, ele diz que:

“Esses jovens criadores de games estão revolucionando o mercado.”

Neste quadro a “Mother Gaia” possui o perfil jovem destacado e conta com profissionais talentosos, conquistou diversos prêmios nacionais e internacionais, e tem construindo sua expertise gradualmente ao longo do tempo, desbravando o mercado brasileiro.

A profissionalização de desenvolvedores independentes serve como mecanismo de crescimento para o segmento de Mobile Games, e o Brasil tem tido bons resultados nesta área. Jogos brasileiros frequentemente aparecem nas listas dos mais baixados da Apple e as produções estão cada vez maiores e melhores.

Smelly Cat (Ipanema Games)

Com uma nova abordagem de mercado, os “mobile games” são desenvolvidos exclusivamente para suporte mobile nas suas diversas versões e plataformas.

Boo Town (Glu)

A grande tendência atual está centrada no desenvolvimento de jogos voltado para marcas que disponibilizam essas aplicações para download, como os jogos interativos 3D, jogos multijogadores e jogos em redes sociais. Estes jogos não precisam estar diretamente relacionados à marca, neste caso permite às empresas veicularem as suas mensagens promocionais esporadicamente ao longo do jogo, mas há empresas que optam por patrocinarem ou desenvolverem os seus próprios jogos, no qual a sua marca ira interagir e se envolver com o seu público-alvo.

Para alguns estes jogos são considerados apenas um passatempo, mas para os desenvolvedores atentos é um mercado potencial que pode render bons frutos!

 

Saiba mais:

2 comments on “Mobile Games, mais que um passatempo!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *