Miscelânia

Strikes, descubra como estão derrubando canais no youtube!


Vamos falar hoje de algo diferente, nada de jogos novos ou consoles que custam um carro, mas sim de um canal do Youtube que  corre risco de ser bloqueado.

Não sabe do que estamos falando? Então assista o vídeo abaixo antes de ler!

A nossa jornada começa com uma reorganização do YouTube, devido a processos bilionários e reclamações de varias empresas, as normas do sistema de vídeos teve que ser reavaliada mais uma vez, tentando proteger o criador de conteúdo, o sistema e as empresas donas dos direitos originais. Mas claro que é impossível agradar a todos né?

Mas vamos do principio!  O que são Flags e Strikes?

As Flags são “marcações” que o vídeo recebe, quando um canal posta um vídeo com alguma musica, vídeos ou algo que é de direito de terceiros os donos do direito podem dar flag no vídeo, e todo o retorno financeiro que ele receber será enviado diretamente para o dono original do material. Vamos a um exemplo: Um canal de gameplay posta um vídeo jogando Super Mario, a Nintendo da flag no vídeo e todo o dinheiro gerado pelo vídeo ira direto pra Nintendo.

Já os Strikes são ainda mais sérios, quando um vídeo é postado com os direitos e blábláblá, e o dono pede remoção do vídeo e o canal todo leva um Strike, e com 3 Strikes o canal é bloqueado e deletado do youtube, sem direito a backup. Agora imaginem um canal com 1 milhão de inscritos ser deletado do dia pra noite devido a 3 Strikes?!

O que estamos vendo agora é exatamente isso, o Canal Nostalgia tinha tomado 2 Strikes a algum tempo, e recentemente tomou o ultimo vindo da FOX em cima de um vídeo falando sobre Simpsons. Sim a FOX tem direito sobre o conteúdo, mas será mesmo que era necessário o Strike? O vídeo basicamente falava sobre como os Simpsons eram legais, sobre os episódios e o como a série era divertida, no caso uma propaganda bem positiva, já que a maioria das pessoas que assistiam o vídeo logo iam atrás de episódios da série.

nostalgia-

Relacionado aos games temos vários canais de gameplay recebendo as Flags/Strikes, a empresa mais famosa por isso é a Nintendo, que não permite vídeos gameplays de nenhum de seus jogos, sempre dando Flag e retirando a rentabilidade do vídeo. Como exemplo temos o Canal CoisaDeNerd que fazia uma série sobre o Super Mario 3D Land e teve os vídeos disputados cancelando a rentabilidade do material. Mas será que isso é realmente necessário?

Alguns youtubers trabalham diretamente com vídeos, eles dependem da rentabilidade para ter o salario no final do mês,fazem um conteúdo falando bem de algum jogo, elogiando a empresa, ou mostrando as vantagens de se jogar aquele jogo (uma propaganda praticamente gratuita do jogo, já que que a rentabilidade dos vídeos vem das propagandas e não das empresas)  e não proibidos de continuar já que eles não são os criadores dos jogos. Seria como nós aqui da Marketing e Games sermos proibidos de falar das empresas de games, não importando se são coisas positivas ou negativas.

Como se tudo isso ainda não fosse suficiente, ainda existem empresas que dão flag mesmo não tendo direito sobre nada do vídeo. Fazem isso pra receber a monetização durante a avaliação de direitos (pode variar de 5 dias a 30 dias). Sabemos bem que a maioria dos vídeos de gameplay recebe a maior quantidade de acessos durante as 2 primeiras semanas, ou seja, a empresa “sanguessuga” devora a rentabilidade durante o período mais importante do vídeo.

Durante essa crise nos resta aproveitar os vídeos que são postados, e seguir os canais mesmo que eles sejam bloqueados.

E você, concorda com essa prática do youtube?

Abaixo estão os links de alguns youtubers que trabalham diretamente com esse conteúdo que causa flags, e também, os 2 canais Nostalgia citados na matéria.

https://www.youtube.com/user/fecastanhari
http://www.youtube.com/user/oficialnostalgia
https://www.youtube.com/user/coisadenerd
https://www.youtube.com/user/RandonsPlays
https://www.youtube.com/user/Zangado


19 comments on “Strikes, descubra como estão derrubando canais no youtube!

  1. Realmente os strikes atrapalham demais, deveriam primeiro verificar se há algum dano a marca antes de retirar o conteúdo do, acredito que várias vezes fazemos vídeos que falam bem das marcas e ainda assim são retirados do ar. No ramo que eu faço os meus videos, dificilmente já um problema com strikes. Tenho um canal de receitas e espero que não comecem a nós impedir de usar os ingredientes com o nome da marca nos vídeos.
    Meu canal é
    http://Www.youtube.com/user/rafmalmol

  2. pedro

    sobre rentabilidade aí , me desculpem, os canais tão errados…querer ganhar em $$$ de material de terceiros… ai poxa, prejudica a todos…
    sobre o strike, é que muitos babacas invejosos ficam denunciando o video do cara por nada. ate algum panaca do YT aceitar e dar strike

  3. Daniel Oliveira

    Tem gente que tem pensamento minimo nessas empresas e outros, os caras estão dando propaganda de graça pros caras e ainda reclamam, tipo fazer isso com gameplay acho uma coisa idiota, o cara ta só mostrando o jogo num ta dando de graça o jogo pro outro

  4. Higor

    Acredito que deveria haver um consenso entre essas empresas e o YouTube, algo como um acordo, não para complicar, como no caso dos strikes, mas para facilitar a situação de quem trabalha com conteúdo no site, até por que o YouTube também ganha com seus criadores de conteúdo, sendo assim, porque não lutar mais por seus direitos?

  5. Eduardo

    Pelo que consta na Lei 12.965/14, conhecida como Marco Cvil da Internet. é que antes, as redes sociais podem tirar do ar fotos ou vídeos que usem imagens de obras protegidas por direito autoral ou que contrariam regras das empresas. Com o marco civil, as empresas não podem retirar conteúdo sem determinação judicial, a não ser em casos de nudez ou de atos sexuais de caráter privado. O provedor não pode ser responsabilizado por conteúdo ofensivo postado em seu serviço pelos usuários. O objetivo é garantir a liberdade de expressão dos usuários e impedir a censura.

    Veja a descrição da lei abaixo

    Da Responsabilidade por Danos Decorrentes de Conteúdo Gerado por Terceiros
    Art. 14. O provedor de conexão à Internet não será responsabilizado por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros.
    Art. 15. Salvo disposição legal em contrário, o provedor de aplicações de Internet somente poderá ser responsabilizado por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros se, após ordem judicial específica, não tomar as providências para, no âmbito do seu serviço e dentro do prazo assinalado, tornar indisponível o conteúdo apontado como infringente.
    Parágrafo único. A ordem judicial de que trata o caput deverá conter, sob pena de nulidade, identificação clara e específica do conteúdo apontado como infringente, que permita a localização inequívoca do material.
    Art. 16. Sempre que tiver informações de contato do usuário diretamente responsável pelo conteúdo a que se refere o art. 15, caberá ao provedor de aplicações de Internet informar-lhe sobre o cumprimento da ordem judicial.

  6. Olá Amigos, fiquei meio cabreiro com este assunto de strike e tô meio em dúvida com isso, recentemente postei aquele vídeo da peladona que saiu lá da barra da tijuca e beleza choveu de acesos quase 6.000 em pouco tempo, o YouTube monetizou e tudo beleza, mas de repente o aviso, seu vídeo foi excluído e fui punido me proibiram de enviar vídeos acima de 15 minutos e passaram a me exigir que realmente sou eu que filmei que sou o dono dos direitos total do vídeo, tipo filmei o por sol e não monetizaram exigiram eu dizer que fui eu que filmei, narrei e a câmera usada a hora data e tudo, no fim aceitaram monetizar depois de enviados estes dados que antes não pediam normalmente. Mas afinal será que recebi um strike, e não estou sabendo, pois já é a segunda vez que isso acontece comigo, afinal como é o aviso do primeiro strike, e assim sucessivamente, hoje apaguei inúmeros vídeos que continham avisos de direitos como (bloqueado em alguns países) outros que também eram meus exclusivos e diziam que eram de terceiros, alguns recorri, então esta é minha duvida, o strike já sei o que é e como acontece, pensei que era o YouTube quem era culpado dele, mas ai a questão como é o aviso, se alguém puder me ajudar neste quesito. Sou pequeno estou começando:
    https://www.youtube.com/user/marcelobraga3/

  7. william

    Sacanagem Cara… Também Levei 2 Straike De Uma Vez Pela SonlifeTv Maidei Retirar e Pedir Desculpas Por Ter Postado Disco De Vinil Um Audio Que Extrair Do LP e Tinha Direitos Autorais e Não Sabia, Eles Não Tirarao… Não Posto Nada Mais Do U.s.a Abraços Pessoal

  8. Daniel Lima

    Essa Coisa de direitos autorais me preocupava um pouco,mas quando eu e minha irmã decidimos criar um canal exclusivo para animes,passando as temporadas de animes como Pokémon,Naruto Shippuden e outros,pensei logo nosso canal não vai durar nem uma semana,que nada,ate hoje não levamos nenhum Strike,quando se falar em direitos autorais a minha irmã e a melhor em driblar os direitos autorais,eu basicamente so seleviono os episodios,e enviou,quando vem os direitos autorais ja e com a minha irmã,em minutos prontos os nossos videos ja tão pronto,desde la o nosso canal so cresce,ja temos quase todas as temporadas do pokemon e do naruto shippuden,e estamos pensando em começar a exibir o O Yu-Gi-Oh e o Ben 10.bom foi so isso,espero que vocês tenham a mesma sorte,obrigado.

  9. Robson

    A pratica de flags e strikes realmente é algo complicado, não acredito que o youtube seja totalmente correto, mas pensando no dono do conteúdo deve ser muito ruim ver alguém ganhando dinheiro com uma coisa que você levou anos para fazer. Imagine você criar um conteúdo inédito e alguém vir copiar totalmente e e monetizar isso. Para resolver isso poderia ser adotado uma medida muito simples.

    Se alguém fizesse algum vídeo que incluía o conteúdo de terceiros, O vídeo poderia se safar dos direitos caso tivesse comprado a versão original do conteúdo. Isso incentivaria o consumo do original e o produtor saia ganhando. Mas isso apenas para videos com conteúdo totalmente editado e que o jogo não ocupe a tela toda.
    Principalmente para jogos, já que apesar de estar mostrando o jogo se alguém quiser se divertir com ele terá que compra-lo. o que acaba sendo uma boa publicidade para o produtor.
    Já conteúdo de séries e filmes, esse sim deveriam ser restringidos a trechos para não levarem flags e strikes pois uma vez que alguém assista o conteúdo todo ninguém ou quase ninguém vai querer assisti-lo ou compra-lo
    E por último, videos com pouca relevância, ou seja, videos que tenham poucas visualizações e canais com poucos inscritos, deveriam estar isentos, o que incentivaria o aumento da comunidade no youtube e melhoraria o conteúdo, pois se hoje tem muitos vídeos de besteiras, uma parte da culpa é o medo dos direitos autorais

  10. Wefa

    Eu já tive vários canais suspensos. O 1* 1600 inscritos, o segundo 10 mil. Ambos com mais de 5 milhões de views. Outro canal, só baixei do YouTube, vídeos sensuais e excluíram alegando que os vídeos são pornô (obs. Baixei de outros canais). Eles na verdade não tem critérios, são covardes, nem ao menos nos dá uma chance de reação. Sò o vídeo é inadequado, não seria melhor excluir o vídeo?? Em vez da conta com mais de 500 vídeos?? Infelizmente não temos outra plataforma para vídeos,e temos que morrer na mão destes ditadores FDP do YouTube.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *