Category Miscelânia



Os games como incentivo ao consumo!


Existem diversas formas de se utilizar os games como estratégia de marketing, são ideias inovadoras como a que veremos a seguir que servem de inspiração para os profissionais buscarem sempre novos métodos para conquistar o seu consumidor!

Recentemente uma ação de marketing inusitada foi criada pela agência Clemenger BBDO a pedido da empresa “Fantastic Delites”, uma marca de biscoitos australiana.

A Campanha denominada de Delite-o-matic tinha como principal objetivo identificar o quão longe às pessoas iriam para obter um pacote de biscoitos de sua marca.

Foi desenvolvida então uma “vending machine” personalizada com o intuito de distribuir os biscoitos da marca Delites para os consumidores interessados em interagir com a máquina. Esta interação era realizada através de pequenos jogos, os quais convidavam as pessoas a realizar ações como dançar como um robô, pular com um pé só por um longo tempo e apertar um botão cinco mil vezes. Após cumprido o desafio a pessoa recebia em troca sua recompensa, que consistia em um pacote de biscoitos.

Parece uma simples brincadeira, mas ao interagir com o público desta forma a empresa Delites aumentou a exposição de sua marca e testou o interesse de seu consumidor, de uma maneira divertida envolvendo o público com seu produto.

As empresas estão buscando formas de interagir com seu público alvo, e nada melhor do que os games para propiciar esta interação, com isso o desafio está proposto, só precisamos descobrir como ir longe o bastante para atingir este objetivo!

Confira o Vídeo com a demonstração da máquina!

 


Novo console OUYA, uma inovação de Marketing?


Alguns argumentam que não houve uma grande mudança na indústria de jogos desde 2006 (XBOX 360, PS3 e Wii). Outros podem argumentar que a última grande mudança veio em 2010 com o Kinect da Microsoft. De qualquer forma, não houve nenhuma grande alteração em um mercado considerado “em constante movimento.” No entanto, Ouya (que se pronuncia “Oh Yeah”) está tentando mudar isso.

OUYA é um projeto ousado lançado através do Kickstarter (Site de Crowdfunding) que traz como proposta um sistema de vídeo game open source, com valor abaixo do praticado no mercado, aproximadamente US$99 o console. Além disso todos os jogos vão começar com um período experimental de 60 dias grátis, após o qual os desenvolvedores podem exercer qualquer modelo de receita que desejar (pago, publicidade, freemium, prêmio, etc.)

A ideia é ambiciosa: reinventar uma indústria já consolidada e que fatura Bilhões, através da inovação e criatividade de desenvolvedores independentes que dão vida aos games do iOS e Android e leva-los a tela da TV.

O console será baseado na sistema operacional Android e presume-se que o modelo vai funcionar um pouco à semelhança do iPhone com apenas algumas restrições sobre o que pode ser liberado com base em um conjunto de valores (basicamente qualquer coisa, menos pornografia e violação de direitos autorais.)

Interface inicial do Ouya

O projeto Ouya tinha como meta inicial alcançar US$ 950.000,00 porém já ultrapassou esta quantia a um bom tempo e continua a angariar recursos a um ritmo incrível, onde até o momento acumula mais de US$5 milhões!

Afinal, o OUYA pode ser considerado uma inovação de marketing, pois ele rompe o modelo atual do mercado de Games de se fazer as coisas, de maneira suficiente para criar novas categorias, mercados, produtos e interações com o consumidor.

Se o projeto vai vingar e se tornar sustentável, ainda não sabemos, mas caso seja bem sucedido, teremos um novo modelo de comercialização de games, algo totalmente novo com inúmeras possibilidades a serem descobertas!

Especificações do console:
• Processador quad-core Tegra3
• 1GB de RAM
• 8GB de memória interna
• Saída HDMI , até 1080p HD
• WiFi 802.11 b/g/n
• Bluetooth LE 4.0
• USB 2.0
• Controle wireless, touchpad
• Android 4.0
• Ethernet

Vídeo comentando o Conceito do console Ouya (inglês)


Começamos bem! +200!


 

O projeto “Marketing e Games”, traz uma nova proposta um tanto quanto ousada e ainda precisa de muito apoio para se tornar uma referência… Começamos bem, mas tenho certeza de que podemos ir muito mais além.

Recebemos diversas palavras de incentivo e muitos interessados em contribuir de alguma forma para o sucesso deste projeto. Lembrando que, críticas e sugestões são sempre bem vindas!

Por isso quem que puder, por favor indiquem ,temas, assuntos, notícias, enfim, algo que tenha a ver com a nossa abordagem, para que nosso conteúdo fique ainda melhor!

Obrigado mais uma vez pelo apoio, e conto com vocês!

 


Games + Cinema


Games e Cinema… Indústrias poderosas, que juntas abocanham uma enorme fatia do setor de entretenimento. A Indústria dos Games vem se superando ano após ano e já há algum tempo desbancou o cinema e talvez seja por este motivo que o cinema tem buscado uma maneira de realizar uma união que beneficie ambos.

Irei tomar como exemplo um gigante do entretenimento que tem utilizado de maneira brilhante os dois meios de comunicação, a “Disney”. Por ser uma empresa que está sempre atenta ao mercado e que explora constantemente novas tendências.

A Disney se consolidou através do cinema, isto é um fato, porém percebeu que os seus filmes tinham um potencial muito maior e na busca de uma interação com seu público, surgiram os parques de diversões que tornavam a experiência vista nos filmes uma realidade fantasiosa. Mas é claro que nem todo mundo tem a oportunidade de visitar parques temáticos da Disney, é aí que entram os Games, com potencial ainda maior podendo atingir o mundo todo.

Uma estratégia interessante foi à realizada pelo jogo Kingdom Heart’s que tem por objetivo, divulgar, disseminar e aumentar o alcance da marca Disney, através de interações constantes do jogador com elementos dos filmes produzidos pela companhia, o que aumenta consideravelmente a percepção e a identificação da marca.

Outro exemplo atual é relacionado ao filme Detona Ralph (Wreck-it Ralph), nele o protagonista Ralph é um vilão de um jogo de videogame, que decide não ser mais vilão. Seria uma animação como tantas outras, se não fosse a participação de personagens dos jogos de videogame já consagrados, como M. Bison, Zangief, Bowser, Dr. Eggman, Ghost(Pac Man) e de cenários de outros jogos. Com certeza houve negociações de direito de imagem, e alguns acordos foram feitos, o que com certeza agradou a todos, pois quando se veicula uma imagem de um personagem famoso a um desenho novo, a credibilidade e a aceitação por parte do público do filme melhoram, e aumenta a percepção de lembrança dos jogos mencionados. Pensando em expandir o poder de divulgação do Detona Ralph a Disney, veiculou antes mesmo de seu lançamento, um jogo relacionado ao filme, disponível também para celulares (clique aqui para jogar), e também realizou uma parceria com a Sega no qual o protagonista Wreck-It Ralph será um personagem jogável novo SEGA All-Stars
Racing, o que prolongará sua exposição por mais algum tempo.

O grau de interação da marca com seus clientes dependem apenas da criatividade em realizar ações diferenciadas como as da Disney.

Existem pessoas que preferem os games, outras o cinema, acredite talvez em um futuro não tão distante, com a convergência dos meios, é provável que possamos vivenciar um filme como se fosse um game! Quem sabe…

Saiba mais em: