Tag Archives lol


eSports: Riot Games Brasil e SporTV transmitem a final do Campeonato Mundial de League of Legends


A Riot Games e os canais SporTV retomam a parceria que levou à televisão as partidas decisivas do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2016 (CBLOL) e do International Wildcard Qualifier 2016 (IWCQ) para transmitir, ao vivo, a grande final do Campeonato Mundial de League of Legends 2016 (Worlds) no dia 29 de outubro. O palco da partida será o STAPLES Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A transmissão deste grande evento dos eSports, com direito a Cerimônia de Abertura, terá início às 20h30 (horário de Brasília), no SporTV2 e sportv.com, e contará com a participação da equipe brasileira de apresentadores da Riot Games diretamente do ginásio. Os torcedores também poderão assistir o embate nos canais da Riot Games Brasil no YouTube, no Twitch TV e no Azubu TV.

Parceria que fortalece os eSports leva ao canal de esportes a emoção da partida decisiva do Mundial de League of Legends que será realizada no STAPLES Center, em Los Angeles

image

A Taça do Invocador posando junto ao Chicago Theater

O Worlds 2016 teve início em 29 de setembro, quando o Bill Graham Civic Auditorium, em São Francisco, recebeu as 16 melhores equipes do mundo para a disputa da Fase de Grupos. Em seguida, foi a vez de Chicago sediar as Quartas de Finais, no tradicional Chicago Theatre. Agora, 21 de outubro, Nova Iorque abre as portas do Madison Square Garden para as Semi-finais. Todas as partidas são transmitidas pelos canais da Riot Games Brasil e a cobertura completa do campeonato pode ser acompanhada em br.lolesports.com.

A parceria espera repetir o sucesso das transmissões anteriores, quando a Riot Games e o SporTV juntos tiveram audiência de 2,1 milhões de pessoas no CBLOL e 2,3 milhões no IWCQ. “O interesse dos brasileiros pelas partidas da Fase de Grupos do Worlds deste ano garantiu a média de audiência de 600 mil espectadores e o público acompanhou não só as partidas da INTZ, representante brasileiro, como dos demais times da elite do cenário profissional mundial”, diz Roberto Iervolino, Gerente Geral da Riot Games Brasil. Os fãs do jogo também acompanham as redes sociais e a cobertura da imprensa de eSports, demonstrando interesse pelo cenário internacional. “O Brasil apresenta não só equipes profissionais capazes de disputar campeonatos no exterior, como também uma torcida que vibra com as partidas entre as melhores equipes do mundo. Isso só reforça nossa crença e afirmação do esporte eletrônico como conteúdo relevante para o público”, completa o executivo.

Os fãs de eSports também poderão acompanhar a grande final por meio da Torcida LoL: uma série de eventos independentes espalhados pelo país que reúnem a comunidade de League of Legends durante partidas decisivas. Esse ano serão realizados 70 eventos com a expectativa de receber mais de 20 mil torcedores. Todos que comparecerem à Torcida LOL ganharão brindes e participarão de diversas atividades. Para mais detalhes e informações acesse aqui.


O potente e rico mercado de eSports


Não é de hoje que o mercado de eSports vem chamando a minha atenção e minhas primeiras investidas em jogos do gênero aconteceram com League of Legends (LoL para os mais íntimos), graças a ajuda de uma grande amiga.

Desde então, por ser muito noob em jogos de MOBA, tenho me empenhado em ficar mais antenado sobre esse mercado e suas novidades do que subir meu rank ou tentar um “Pentakill”. Lembro quando em 2015 eu li uma notícia dizendo que o eSport movimenta US$ 612 milhões em todo o mundo e conforme o tempo foi passando, o eSports foi ganhando mais adeptos e investimento.

O mercado só crescia e as notícias não mais eram publicadas somente em sites de games (especializados em eSports ou não), mas, também, em veículos de peso como o Estadão, ESPN e até mesmo no Globo.com.

Apesar do eSports ter chamado atenção da “grande mídia”, não acredito que isso seja uma moda passageira, pelo contrário, será uma tendência que influenciará muitas coisas. Uma prova de que eSports não é uma moda são seus campeonatos que conseguem atrair mais público do que um jogo de futebol e vale ressaltar que somos o “país do futebol”.

001

Entretanto sei que vivemos em um mundo capitalista e isso significa ganhar dinheiro. Ciente disso, investidores e empresas olham para os jogadores e para os campeonatos como a nova “Mina de Ouro“. O número de equipes/jogadores patrocinados vem aumentando consideravelmente ao ponto de já haver polêmica no meio, tanto que tivemos a excelente reportagem da Barbara Gutierrez.

Para finalizar, acredito que o eSports tem muito a nos oferecer e o Brasil esta sempre se destacando nas competições. Esses elementos ajudam a quebrar certos dogmas como por exemplo não poder trabalhar com aquilo que gosta. Afinal vivemos novos tempos e não precisamos ser mais advogados ou médicos para “sermos alguém na vida.”.

Aproveitando o tema, sugiro que assistam dois documentários muito interessantes: All Work All Play que esta disponível na Netflix e Free to Play disponível na Steam.


O presente e o futuro dos eSports


Em 2012, um dos fundadores de League of Legends (LoL) falou sobre o que a visão do futuro dos eSports de LoL poderia ser em 5 anos – onde eventos e transmissões estivessem ao nível de qualidade de produção e paixão dos esportes tradicionais, onde jogadores profissionais pudessem criar carreiras lendárias com base em suas habilidades em Summoner’s Rift. Sabemos que essas metas foram parte de uma jornada maior para fazer um eSport global que pudesse durar por gerações – aqui está como chegamos onde estamos e o que estamos fazendo para o futuro. 

O Futuro dos eSports de LoL

esports-lol-marketing-games-all-starsConforme vamos rumo a 2017 e além, continuamos a tomar passos na direção de um futuro em que os melhores jogadores de LoL sejam bem remunerados e tenham longas carreiras fazendo o que amam – e onde as organizações de equipes de League of Legends tenham negócios prósperos, lideradas por donos habilitados que dividem responsabilidades e comprometimento pela prosperidade do esporte a longo termo. Para nos ajudar a chegar lá, vamos dividir as receitas provenientes das transmissões de LoL eSports e iremos colaborar com nossos parceiros para desenvolver novos modelos de negócio e moldar a liga ativamente. Queremos que esses parceiros tenham uma participação permanente, para ficarem investidos em um futuro estável e lucrarem do sucesso contínuo do esporte. 

Estamos comprometidos a levar os eSports para este futuro. 

Como Chegamos Lá

Bem basicamente, o sucesso dos eSports seguiu um caminho de três passos:

  • Base de Fãs
  • Modelo de Negócio
  • Estabilidade

Estes três passos são construídos um a partir do outro – e nem todas as 13 regiões de ligas do LoL ao redor do mundo estão no mesmo estágio de maturidade. Algumas das ligas mais maduras (LPL, LCK, LCS NA e LCS EU) têm uma forte base de fãs e estão trabalhando em melhorar em questões econômicas, enquanto outras ligas ainda estão trabalhando em estágios de desenvolvimento que Brandon descreveu em 2012. Vamos olhar estes estágios mais de perto.

Base de Fãs

 

A base de fãs em que sempre acreditamos vai muito além do número de telespectadores assistindo a uma partida. Fãs são comunidades que se uniram pela experiência compartilhada de apoiar suas equipes, jogadores e ligas favoritos. Essas conexões profundas são forjadas tanto na euforia de um ACE que leva à vitória em uma partida quanto na agonia de uma virada no Mundial que resulta na eliminação de um time.

esports-lol-marketing-gamesTambém acreditamos que a base de fãs melhora quando é compartilhada com outros que compartilham de suas paixões. Seja torcendo nas arenas, em casa ou na Torcida LoL, esperamos dar aos fãs de eSports a chance de compartilhar todas as experiências dentro de sua comunidade. Estamos animados em ver o crescimento do número de experiências compartilhadas ao redor do mundo e adoramos os empreendedores incríveis que deram o sangue para construir comunidades ao redor do mundo que apoiam os eSports de League. Somos eternamente gratos por todos os seus esforços e estamos ansiosos em fazer ainda mais para apoiar vocês.

Sejamos claros – nada disso daria certo sem você. Milhões de jogadores assistindo a uma Final do Mundial não é só um número para nós – é a fundação sobre a qual tudo isso é construído.

Modelo de Negócios

Uma vez que vimos o crescimento da base de fãs nas ligas regionais e ao redor do mundo, acreditamos que temos a responsabilidade de pavimentar o futuro sustentável do esporte. Nossa comunidade de fãs de eSports – e seu envolvimento com o esporte – tem um valor tangível e nos dá a oportunidade de construir um ecossistema que possa gerar lucro e sucesso para equipes e seus donos. Para continuar a atrair o tipo de investimento saudável e a longo termo que nos ajudou a fazer com que o cenário amadurecesse até agora, e que continuará apoiando a evolução do esporte, precisamos disponibilizar novas receitas de transmissão. Precisamos aumentar isso para que haja mais para as equipes e para os profissionais. No momento, a receita pode ser categorizada em algumas partes – e mais chegarão à medida em que o cenário amadurecer:

  • Mídia/patrocínios
  • Merchandising
  • Conteúdo em jogo

Mídia/patrocínios são uma parte vital do futuro econômico dos eSports de League. Estamos trabalhando há um ano para reestruturar e expandir nossa abordagem à distribuição de mídia e vendas de comerciais/patrocínios. Infelizmente, não podemos dar mais detalhes até concluirmos negociações, mas acreditamos que este seja um componente importante para o sucesso a longo termo.

Já Merchandising requere muito mais colaboração com as equipes. Pesquisas recentes mostraram muito interesse dos fãs, e gostaríamos de trabalhar mais próximos das equipes para ajudá-las a ampliar seus esforços em conseguir coisas legais para quem tiver interesse em adquiri-las.

Finalmente, vender conteúdo em jogo sempre foi parte importante do nosso plano econômico, tanto para times, quanto para League. Começamos com ícones de invocador e estamos trabalhando com equipes para explorar novos itens e aumentar o compartilhamento de receita. Para detalhes específicos em algumas mudanças importantes no conteúdo em jogo que faremos em breve (sem ™), temos uma seção detalhada abaixo. Continue lendo firme e forte! 

Estabilidade

Conseguir a base de fãs e um modelo econômico forte é importante para um esporte próspero – mas estabilidade, com organizações parceiras e a estrutura certa, ajuda a criar um ambiente mais saudável onde nosso esporte possa crescer e evoluir nos próximos anos.

lolesportsnow_header

Ainda não estamos na fase onde podemos descrever exatamente como as parcerias funcionarão; não temos certeza de como elas irão funcionar, ou até se usaremos a mesma estrutura em todas as regiões. Algumas parcerias ao redor do mundo são complicadas – legalmente, financeiramente e operacionalmente. Dito isso, o primeiro passo é assegurar estes parceiros e preparar a estrutura certa. Esperamos dar este passo em 2018. 

eSports de LoL em 2017

À medida que investimos e preparamos o nosso futuro, reconhecemos que o ecossistema atual ainda não é consistentemente lucrativo para donos de equipe ou para a liga. Os custos cresceram – principalmente na forma de salário e sistema de apoio para os jogadores – como resultado direto de investimentos externos significativos e de interesse no cenário. Por exemplo, donos motivados na LPL tem tentado ser mais competitivos globalmente, em parte ao importar ótimos jogadores com salários altos, o que levou a aumentos similares em salários em ligas como a LCK para tentar proteger e manter seu talento regional. Este investimento é algo positivo, especialmente para os profissionais, mas entendemos que ele cria pressão para equipes lidarem com custos a curto prazo e temos tentado ajudá-las a evitar cortes em salários e apoio aos jogadores profissionais.

Esta parte da jornada não é incomum; investimento escalado é uma ocorrência natural em um ecossistema em crescimento, e é um sinal de que nossa abordagem inicial tem funcionado. Contudo, reconhecemos que podemos ajudar a reequilibrar o cenário ao acelerar algumas de nossas táticas econômicas de longo prazo para ajudar a lidar com os problemas de curto prazo sentidos por muitos de nossos parceiros. 

Receita Digital

A partir do Mundial 2016, faremos algumas mudanças no conteúdo em jogo que criarão receita adicional para jogadores e equipes. 

  • image-3Skin e sentinelas Campeonato – A partir de agora, 25% da receita da skin Campeonato e da Sentinela Campeonato será adicionada ao prêmio do Mundial. Isso significa que cada compra do Zed Campeonato vai aumentar diretamente o prêmio para o Mundial 2016. Dando mais contexto, se isso tivesse sido aplicado ano passado, teria mais que dobrado o valor da premiação.
  • Skin Campeonato – De forma parecida, daqui em diante, 25% da receita das skins Desafiante de todo ano será adicionada ao valor da premiação do MSI (Mid-Season Invitational).
  • Skin Campeonato das Equipes – A partir da equipe vencedora do Mundial deste ano, vamos dividir 25% da receita recebida nas vendas de skin no ano de lançamento de cada pacote de skins Campeonato de Equipe diretamente com os jogadores que as inspiraram, bem como com sua equipe e liga (porque tudo contribui para levar a equipe até lá). Assim como criamos skins Campeonato retroativamente para os vencedores passados, vamos dividir retroativamente a receita das skins passadas com os jogadores, equipes e ligas campeões que as inspiraram (Fnatic, TPA, SKT, Samsung White e SKT de novo).
  • Produtos digitais novos (e melhorados) – No ano que vem, vamos introduzir novas oportunidades de compartilhamento de receita, como itens e promoções de eSports, assim como melhorar o compartilhamento da receita dos ícones de invocador (ícones de Campeonato Mundial aumentando de 20-30%, e de ligas regionais aumentando em valores a serem definidos regionalmente). Acreditamos que o potencial de receita é extremamente forte para equipes comprometidas em construir marcas fortes – mas levando em consideração que estes produtos são novos e não foram testados, e que estamos tentando cuidar de uma questão imediata na receita dos times, em 2017, vamos garantir um pagamento mínimo para cada equipe, a ser definido conforme históricos e projeções regionais. Por exemplo, a LCS EU terá uma receita mínima de €100.000 por equipe para toda a temporada, onde 50% deste valor será direcionado para os jogadores como renda suplementar a seus salários. As negociações serão realizadas em cada região, conforme históricos e projeções específicos de cada localidade. 

Mesmo sem contar os pagamentos retroativos de Campeões passados, isso contribuirá com milhões de dólares em receita adicional para equipes e profissionais todos os anos. 

Indo em Direção ao Futuro

image-4Acreditamos que o futuro seria brilhante para os eSports de LoL em 2012 – e está ainda melhor hoje, à medida que tomamos nossos passos mais significativos. Ao passo em que enfrenteamos desafios adicionais e futuros incertos, continuaremos com as nossas principais convicções; a de colocar os fãs de eSports em primeiro lugar, de construir um ótimo ecossistema que mantenha acesa a chama do esporte que você ama a longo termo, e que os fãs, profissionais e equipes almejem.

Obrigado por fazer do nosso esporte o que ele é. Nos vemos no Mundial!

Fonte: www.br.leagueoflegends.com


Riot Games lança série especial sobre os Valores de Design de League of Legends


A Riot Games lançou uma série especial sobre Valores de Design em sua Central de Aprendizado de League of Legends. São três vídeos que explicam quais são as filosofias que os designers de LoL seguem na hora de modificar e de atualizar o jogo. São elas: evolução, clareza, expertise, escolhas significativas, contra-jogada e trabalho em equipe. A série está disponível na Central de Aprendizado, canal do site oficial de League of Legends.

central-de-aprendizadoOs três vídeos são apresentados pelo Rioter Lucas “Luqi” de Brito. Ele mostra, por meio de imagens e de uma forma simples e didática, o porquê a Riot Games troca, por exemplo, uma cor ou efeito do jogo, cria novos campeões e novas mecânicas. Ao final, há um fórum disponível para que os jogadores possam expor suas dúvidas e opiniões.

Marcio Orlandi, diretor de Produtos da Riot Games Brasil.
“É importante deixar claro à comunidade no que a Riot Games se baseia para atualizar League of Legends. Isso permite que os jogadores entendam a nossa linha de pensamento. Abrir espaço para eles debaterem sobre o tema apresentado nos vídeos também nos ajudará a inovar e a melhorar cada vez mais o jogo.”

Os Valores de Design da Riot Games foram definidos em 2014 e até hoje os desenvolvedores de LoL se baseiam neles para evoluir a qualidade mecânica e artística do jogo. “Seguimos estes princípios para deixar League of Legends mais dinâmico, divertido, competitivo, saudável e balanceado”, afirma Orlandi.

A série especial sobre Valores de Design faz parte da meta da Riot Games Brasil em sempre manter os jogadores informados sobre tudo o que acontece em League of Legends para que tenham a melhor experiência com o jogo.

Para saber mais, é só conferir os episódios abaixo:

Episódio 1 – Evolução e Clareza

Episódio 2 – Expertise e Contra-Jogadas

Episódio 3 – Escolhas e Trabalho em equipe